Avaliação ex-post de programa implementado com recursos da cobrança pelo uso de recursos hídricos

uma ferramenta de apoio à gestão na bacia hidrográfica do rio Doce

Visualizações: 143

Autores

DOI:

https://doi.org/10.59824/rmrh.v3i.227

Palavras-chave:

P22, Uso racional da água, Programas públicos.

Resumo

Uma parcela importante da demanda total de água na bacia hidrográfica do Rio Doce é devida à irrigação, especialmente no estado do Espírito Santo. Considerando essa situação, os Comitês de Bacias Hidrográficas (CBHs) aprovaram o Programa de Incentivo ao Uso Racional de Água na Agricultura – P22. Este estudo tem por objetivo realizar uma avaliação qualitativa e quantitativa da implementação do P22 na Unidade de Análise (UA) do rio São José, no Espírito Santo, que tem a irrigação como principal uso consuntivo da água. Foram definidos categorias, indicadores e índices de avaliação, possibilitando a obtenção, consolidação e avaliação do programa. O P22 foi implementado de forma satisfatória para 90% dos participantes na pesquisa. Houve boa aceitação, disposição em recomendar o programa a outras instituições ou produtores e disposição para participar novamente do programa. Para 80% dos participantes o P22 foi a primeira experiência com uma ação de incentivo ao uso racional da água na agricultura e para 100% dos produtores foi o primeiro contato com uma tecnologia de manejo da água na irrigação. De acordo com as categorias, indicadores e índices de avaliação definidos, o Programa P22 obteve um percentual de 74%, estando na Situação de Implementação "BOM". A avaliação do P22 mostrou-se uma importante ferramenta de gestão de recursos hídricos, contribuindo para o processo decisório sobre a sua continuidade, na medida em que foram conhecidos os seus resultados, considerando não só os apresentados pela entidade executora, mas também pelos pontos de vista dos participantes do programa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson de Assis Morais, Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI)

Doutor em Engenharia Civil (Saneamento Ambiental) pela Universidade Federal de Viçosa. Professor Adjuno IV na Universidade Federal de (Unifei) Itajubá - campus Itabira. Atualmente é docente no mestrado Gestão e Regulação de Recursos Hídricos - PROFAGUA, pela Unifei campus Itabira.

Fabiano Henrique da Silva Alves, Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (AGEVAP)

Engenheiro Agrônomo / Engenheiro de Segurança do Trabalho. Mestre em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos - ProfÁgua (UNIFEI - 2020). Especialista em Gestão Normativa de Recursos Hídricos (UFCG). Especialista em Gestão Agroindustrial (UFLA). Atualmente trabalha na Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul - AGEVAP, filial Governador Valadares-MG. Tem experiência na área de Recursos Hídricos, com ênfase na Gestão de Recursos Hídricos, apoio aos Comitês de Bacias Hidrográficas, implementação de Programas e Projetos de Saneamento e Hidroambientais, e na área ambiental, com ênfase no licenciamento ambiental.

Downloads

Publicado

2022-03-10

Como Citar

MORAIS, A. de A.; ALVES, F. H. da S. Avaliação ex-post de programa implementado com recursos da cobrança pelo uso de recursos hídricos: uma ferramenta de apoio à gestão na bacia hidrográfica do rio Doce. Revista Mineira de Recursos Hídricos, Belo Horizonte, v. 3, n. 1, p. e022001, 2022. DOI: 10.59824/rmrh.v3i.227. Disponível em: https://periodicos.meioambiente.mg.gov.br/NM/article/view/227. Acesso em: 13 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)